Agora você pode se inscrever por RSS

Cadastre seu e-mail

25 de março de 2015

ADVOGADO PEDIU INDENIZAÇÃO DE 830 MIL POR CAUSA DE UMA GREVE DE ÔNIBUS, MAS SE DÁ MAL

Livan Pereira

A gente já sabe que advogados adoram fazer advogadices e de vez em quando um ou outro dá o ar da graça com suas ideias mirabolantes.

Pois bem!

Um advogado da cidade de Vitória decidiu processar a empresa de ônibus e a secretaria de transportes alegando que sofreu inúmeros prejuízos por conta de uma greve de ônibus que durou três dias, e mais, disse que ficou sem poder trabalhar durante os dias da greve e por isso pediu indenização (na Justiça do Trabalho) de R$ 830.000,00, isso mesmo, ele pediu oitocentos e trinta mil dilmas.

Só que o juiz é roots, o juiz é casca grossa, o juiz botou o perú na mesa e mostrou quem manda na parada e não apenas extinguiu o processo, mas também negou a gratuidade da justiça e por isso o advogado teve que pagar 2% de custas; condenou o causídico em litigância de má-fé em 1% do valor da causa e ainda determinou que o nobre doutor pagasse indenização de 20% do valor da causa aos requeridos.

Eis uma parte da sentença:

cats

Tomou?

0 comentários:

Postar um comentário

Coprights @ 2017, Blogger Templates Designed By Templateism | Templatelib